Amor tr[avesso]!

Amor tr[avesso]!

Imagem

Algumas paixões começam do avesso.

Um domingo em casa atoa, um amigo em comum no Facebook, e uma simples conversa no whatsapp, já tinha a combinação perfeita para descobrir todos os seus dados e se o “nerd que dá vontade de levar pra casa” valia a pena!  

E ai começa o primeiro avesso:

Um fim de semana, uma reunião “sem querer” com os amigos, e todo o plano pro “eu e você” virar “nós” armado. Enquanto eu estava em um salão voltando a ser loira, você pegava o carro e corria pro hospital passando mal.
Amigos bêbados, piadinhas sem graça e eu frustrada com todas as expectativas furadas. 

E aí começa o segundo avesso: 

A saga “adiciona vs espera a próxima semana”, a questão “será que ele lembra de mim vs será que mudei nesses 3 anos”, a dúvida “quantas vezes quebrarei meu coração de novo?” e eu só ouvia “vai lá, Luíza! Aposta de novo, se der tudo errado você culpa o cupido e volta pra rotina”. 
Perfil adicionado, mente forçando pra lembrar detalhes de algum sábado de 2011, coração com medo da razão. 
Solicitação de amizade aceita, lembranças do sábado qualquer em 20 de agosto, coração indo dormir todo bobo. 

E ai começa o terceiro avesso:

Tudo correndo bem, coração pulsando, borboletas voando pelo estomago e um encontro marcado para as 18h de uma quarta-feira. 
Horas de viagem, horas de trabalho, (porque não acaba o expediente logo, meu Deus?), chuva, minha chapinha indo embora, e eu sem sombrinha. 

E ai começa o quarto avesso:

Muita conversa, risos, uma pizza, o nervosismo e o esperado beijo. 
Pega chuva, mais beijos, um monte de abraço, um carro passa e tomo um banho de poça d’agua. 
Eu encharcada, você rindo e eu perdendo a noção do tempo. 

E ai começa o quinto avesso: 

Quando eu achava que não seria nada demais, que era mais um caso para contar em outra mesa de bar no futuro.
Quando tudo que você dizia era exatamente o que eu queria ouvir.
Você me mostrou que o seu avesso era o meu lado certo!  

 

 

Anúncios
Ainda bem que você se foi!

Ainda bem que você se foi!

Imagem

Quando você foi embora levou uma parte de mim. Aquela bonitinha, enfeitada com flores e com perfume  chanel nº5. A outra parte que restava era feita de tudo que eu não queria: indecisão, tristeza e e a dor no peito inevitável em separações.
Você se foi sem olhar pra trás e deixou  tudo que não gostava mais: um livro antigo, o cd da banda que você gostava em 2006 e eu!

Enquanto eu chorava pelos cantos, você ria pelas esquinas e ali no meio da travessa da Rua Adeus com a Avenida Saudade encontrei um coração.

O coração mais doce e bonito que já vi, que tinha todos os motivos para ser quebrado igual ao meu, mas era quente e já não sentia mais dor. Um dia, eu descobri que ele também tinha uma parte que foi deixada por outra pessoa que não queria mais amar.

Demorei anos para entender, mas hoje, agradeço por você ter ido e levado uma parte boa de mim. Esse ato de me abandonar, sem se arrepender nem querer voltar, me fez criar um espaço dentro do mim que só cresce e que agora eu preencho com o melhor super bonder do mundo: um novo amor (de verdade)!