“Eu te amei muito. Nunca disse, como você também não disse, mas acho que você soube. Pena que as grandes e as cucas confusas não saibam amar. Pena também que a gente se envergonhe de dizer, a gente não devia ter vergonha do que é bonito.Penso sempre que um dia a gente vai se encontrar de novo, e que então tudo vai ser mais claro, que não vai mais haver medo nem coisas falsas. Há uma porção de coisas minhas que você não sabe, e que precisaria saber para compreender todas as vezes que fugi de você e voltei e tornei a fugir. São coisas difíceis de serem contadas, mais difíceis talvez de serem compreendidas — se um dia a gente se encontrar de novo, em amor, eu direi delas, caso contrário não será preciso. Essas coisas não pedem resposta nem ressonância alguma em você: eu só queria que você soubesse do muito amor e ternura que eu tinha — e tenho — pra você. Acho que é bom a gente saber que existe desse jeito em alguém, como você existe em mim”

Caio Fernando de Abreu

Rotina

Rotina

Respira, calma
viva, respira, calma
cama, comida e roupa lavada
respira, calma
Geometria, aritmética e botânica
respira, calma
passos lentos, confusões, olhos cansados
respira, calma
Aflição, noites sem dormir, dias agitados
viva, respira, calma
Textos para terminar, exercícios pra resolver
e no final do dia somente ouço
respira, calma

Barraco

Barraco

Explode a gema, explode a clara
Pão dormido dentro da casa (casa?)
de quem não dorme
e o leite fora da caneca.

No café frio dentro da xícara
um pingado vira goteira
na casa (casa?) de quem nao tem nada

Vida difícil dos que tentam viver
Frio intenso pra quem não tem o que comer
e assim tudo fica…
…vazio….vazio.