Falar de amor

Falar de amor

 Pra que falar de amor, se mudo muito rápido, me apaixono e esqueço na mesma freqüência, às vezes rápida demais, às vezes lenta como as tartarugas? Mas amo, sempre amo, pode ser um amor de bar, de shopping ou supermercado, aquele olhar por entre as prateleiras de DVD ou um sorriso no meio de uma conversar num ponto de ônibus. Posso conhecer o homem da minha vida ou só mais um telefone na agenda.
 Pra que falar de amor, se todos os momentos são frações de segundos e posso esquecer o nome ou o rosto, nunca mais o ver ou encontrar todos os dias?Pra que falar de amor, se a vida me coloca longe de todos que quero e o destino não anda bem comigo? Pra que falar de amor, se o amor não fala de mim, se não me reconheço nas canções famosas, se minha vida não é igual a das novelas?
 Falo de amor porque isso virou meu vicio, até mesmo amor, e o que me faz ser assim, o que me faz querer conhecer, dizer e me apaixonar cada vez mais é a esperanças de poder um dia dizer: É ELE

Anúncios
Existencial

Existencial

  

 Cadê suas mãos quando mais preciso? Cadê seu abraço, seu cheiro, sua presença que me faz sentir viva? Você é tão egoísta que não quer deixar um pedaço de você comigo, mas também não devolve o que eu deixei com você.
 Não perdi nada, não tem como perder algo que não tive. Daria tudo por um olhar, por um beijo, preciso comprovar ao meu coração que você existe, que o que sinto é recíproco. Eu conheço seus sonhos, sigo seus passos e você mal percebe, na verdade você nem sabe quem sou. Talvez eu seja só “aquela” enquanto eu queira ser “ela”.
 Espero as horas passar e chegar o dia em quem você irá bater na minha porta com um pacote gigante de pipoca e passaremos o final de semana vendo filmes na minha TV antiga, tão antiga que já cansou de mostrar os finais felizes de personagens fictícios sem coração. Às vezes, te comparo com a minha televisão e todos os eletrônicos da minha sala, todos estáticos esperando alguém apertar o play, acontece que você não é como eles, você não funciona e não tem repeat e quando te vejo passeando na rua com ela lembro que você existe, sim, você existe, mas não como nos meus sonhos.

Julieta sem Romeu

Julieta sem Romeu

Era um dia de sol escaldante, meio dia e Julieta estava no portão da sua casa como de costume olhando o horizonte. Todos que passavam perguntavam:
– Cadê seu Romeu, Julieta?
– Ele deve estar chegando, de hoje não passa. Daqui a pouco ele cruza a Rua dos Passos e estará aqui.
– Tem certeza, Julieta? Você fala isso todo dia. Por que não vai a sua procura?
– Para as pessoas se encontrarem uma tem que estar procurando e a outra esperando. Se eu procurá-lo vamos nos perder. E se ele passar por aqui e não me achar?

Naquele mesmo momento, no outro lado do mundo, numa noite de luar, Romeu estava na entrada da cidade como de costume olhando o horizonte. Todos que passavam perguntavam:
– Ai meu deus, você nesse frio. Cadê sua Julieta, Romeu?
– Ela deve estar chegando, de hoje não passa. Daqui a pouco ela cruza a Rua dos Ventos e estará aqui.
– Tem certeza, Romeu? Você fala isso todo dia. Por que não vai a sua procura?
– Para as pessoas se encontrarem uma tem que estar esperando e a outra procurando. Se for procurá-la vamos nos perder. E se ela passar por aqui e não me achar?

 

Garotos

Garotos

 

Garotos gostam de iludir
Sorriso, planos,
promessas demais.
Eles escondem
o que mais querem
Que eu seja a outra
Entre outras iguais.
São sempre os mesmos sonhos
de quantidade e tamanho.
Garotos fazem tudo igual
e quase nunca chegam ao fim.
Talvez você seja melhor
que os outros
Talvez, quem sabe
goste de mim.
São sempre os mesmos sonhos
de quantidade e tamanho.
Garotos perdem tempo pensando
em brinquedos e proteção
Romance de estação
Desejo sem paixão
Qualquer truque
Contra a emoção.

(Kid Abelha)

Alegria e dor

Alegria e dor


   Existem pessoas que acham histórias de amor mal acabados, sofridos, angustiantes e doentios, bonitos. Talvez porque sejam mais fortes, intensos e até bonitos mesmo. Acontece que o certo era as pessoas gostarem de historias com finais de conto de fadas e felizes, já que mesmo que todo mundo diga que a felicidade mora dentro de nós, a dor também.  Então pra que ficar se lamentando, lembrando de algo que não vai voltar, de o quanto uma pessoa te deixou triste?
Guardem numa caixa os pensamentos ruins e as lembranças piores ainda, mas não lacrem porque um dia precisaremos abri-la para lembrar-nos dos erros e tropeços para não repeti-los. E os pensamentos bons? Devem estar sempre com a gente, é ótimo recordar o que passamos, de sentir aquela saudade misturada com vontade de repetir, quanto mais vivemos satisfeitos mais teremos atos pra nos orgulhar e menos pensamentos para guardar na tal caixa.
 Não precisamos sofrer o tempo todo, não precisamos morrer de amor pra achar a felicidade.
Porque uma coisa é certa, alegria e dor nunca combinaram.